Vereadores erram duas vezes em votação e aprovam Reforma Administrativa do Saae

Votação do projeto que cria novos cargos, inclusive comissionados, na autarquia foi marcada por confusão dos vereadores na interpretação do texto e paralisação da sessão. Reforma Administrativa foi aprovada após três votações, mas vereadores decidiram por retirar cargo de assistente de superintendente, que receberia R$ 9 mil por mês.

Durante a discussão, alguns vereadores se manifestaram alegando que outro cargo, o de Ouvidor, seria inconstitucional. Base do Governo na Casa rebateu e disse que a Consultoria em Administração (Conam), deu aval para a contratação por indicação.

Confira a reportagem completa na edição impressa desta semana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *