Vereadores aprovam criação do Dia do Reggae e declaram Hip Hop patrimônio do município

Entre os projetos votados e discutidos durante a sessão legislativa da última terça-feira (28), destacam-se a aprovação da criação do Dia Municipal do Reggae e a proposta que declara a cultura Hip-Hop como Patrimônio Cultural Imaterial de Salto. As proposituras foram enviadas ao Executivo para ser sancionada.

Antes da votação, o vereador suplente Michel Oliveira (à dir. na foto), autor das proposituras enquanto ocupava o cargo durante a ausência do vereador Antonio Cordeiro, usou a Tribuna Livre para esclarecer a importância do reggae e do hip hop como cultura. “O Hip Hop se tornou ao longo do tempo e se tornou uma grande referência para a sociedade periférica e sociedade negra. Em Salto, o Hip Hop chega por aqui através de grupos de dança, de rap, de grafiteiros, que chegam nas regiões periféricas como Santa Cruz, Marília, Nações, que fazem desse movimento, um modo de vida. E é um movimento que trabalhou de maneira ininterrupta, no qual temos uma juventude atuante que trabalha questões de cidadania com o público jovem”, destacou.

Junto dele, Felipe Nunes (à esq.), representante do movimento Salto para o Reggae, também falou sobre o tema. “Desde então, a gente vem tentando fomentar esse debate, esse diálogo com o poder público, mas ele nunca aconteceu de forma efetiva, de modo a fomentar essa cultura no município. Isso é necessário porque estamos numa estância turística, e nossos eventos, assim como as ações da galera do Hip-Hop, contribuem com o turismo da cidade”, enfatizou.

O Dia Municipal do Reggae a ser celebrado anualmente no dia 11 de maio, mesma data em que é comemorado o Dia Nacional do Reggae.

Posts Relacionado

IFSP-Salto está com inscrições abertas para cursos técnicos gratuitos

O Instituto Federal de São Paulo (IFSP) está com inscrições abertas para o ingresso de novos estudantes, no primeiro semestre de 2022, para cursos técnicos integrados, concomitantes e subsequentes da Instituição. Todos os cursos são gratuitos, sem cobrança de mensalidade ou de taxa de matrícula.