Vereador ataca secretário de Cultura e cita presença na Câmara como “politicagem”

A vinda do secretário de Cultura na Casa de Leis, na última segunda-feira (16), por sua postura, incomodou alguns vereadores, sobretudo por cobrar publicamente que os edis poderiam iniciar uma investigação. Um dos que mais se incomodaram foi o vereador Edival Pereira Rosa “Preto”, que chegou a deixar a reunião após a cobrança do secretário.

Na tribuna livre da Câmara de Vereadores, na sessão da última terça-feira (17), o vereador chamou o secretário de “despreparado” e classificou a atitude como “politicagem”. “A questão do secretário de Cultura, eu fiquei um pouco e sai. Não desmerecendo, mas ele é despreparado. Você percebe que ele estava aqui para fazer politicagem, atacando fulano, beltrano e ciclano. Não é por aí. Ele tem de vir falar do que foi cobrado. Se foi cobrado na questão que aconteceu lá da retirada das mesas, das cadeiras, ele tem de falar disso daí. Se tem contrato, se foi comprado, se foi doado para a Festa Ítalo Saltense, ele tem de falar disso e não atacar vereadores. Eu escutei ele falar algumas coisas que levantei e fui embora”, afirmou.

A reportagem do PRIMEIRAFEIRA procurou o vereador a respeito do seu posicionamento, sobre o que ele teria entendido por politicagem e como ele avaliava a reunião como um todo, porém, o vereador limitou-se a dizer em nota que preferia não se manifestar sobre o assunto.

Posts Relacionado

Cidadão pode fazer sugestões de investimentos ao Governo do Estado

Já está disponível no site www.audienciasdoorcamento.sp.gov.br o acesso ao cidadão para formular sugestões na Audiência Pública Eletrônica para elaboração da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) do próximo ano. A participação segue até domingo (11), apenas pelo meio eletrônico por causa da pandemia do Covid-19. A