Secretário de Governo diz que não se pode reclamar da saúde em Salto

Gilmar Mazetto rebateu as críticas sobre o Consórcio da Saúde. “A nossa Saúde é muito boa! O (Hospital) São Camilo tem muito mérito. É que todo mundo fica olhando somente aqui em Salto, não consegue ir para outros lugares verificar, sem falar que muita gente vem de fora para ser atendida e se tratar aqui, e como é SUS, temos que atender, mesmo ciente de que esse custo não é nosso. Então, não podemos reclamar da nossa saúde”, desabafou.

Geraldo Garcia foi mais enfático e disse que não há “milagre” no gerenciamento do consórcio. “Não precisa ninguém de fora vir nos cobrar. Nós nos reunimos e discutimos sempre o que é possível fazer. Quando vêm essas críticas é porque realmente a questão ‘Saúde’ não é o consórcio que vai resolver tudo isso. Cada cidade tem que se virar por si. Não vai ter milagre”, finalizou.

 

Confira reportagem completa na edição desta sexta.

Posts Relacionado

Vereador que instituir Hip Hop como Patrimônio Imaterial do Município

O vereador Michel Oliveira, que substitui o vereador licenciado, Antonio Cordeiro, apresentou um Projeto de Lei que declara como Patrimônio Cultural de natureza imaterial do Município de Salto a cultura Hip-Hop. A proposta tornaria o Poder Público Municipal o responsável pelo desenvolvimento, fortalecimento e visibilidade

Nova fase de flexibilização começa a valer no domingo

A partir deste domingo (1º de agosto) o Estado de São Paulo entra em uma nova fase de flexibilização para o comércio e o funcionamento das atividades econômicas em geral. A fase de transição seguirá até o dia 16 de agosto, com a atual taxa