Secretaria de Cultura cogita realizar festas Ítalo-Saltense e Nipo no final do ano

A pandemia do coronavírus obrigou o cancelamento de boa parte do calendário anual de atrações culturais em Salto. Desde meados de março não há nenhum evento presencial (a exceção é o projeto Quarentena Cultural, que está sendo realizado de forma virtual) e, tampouco, deve ser realizado qualquer atração num curto espaço de tempo. Pelo menos até agosto nada deve acontecer.

E esse adiamento interfere na realização das principais festividades da cidade. Segundo a Secretaria de Cultura, a Festa Ítalo-Saltense e a Festa Nipo-Brasileira de Salto não acontecerão em suas datas previstas (julho e agosto, respectivamente). E até mesmo a Festa do Salto (que celebra o dia da padroeira da cidade – Nossa Senhora de Monte Serrat) pode sofrer alterações. Mas, diante da importância delas para a cidade e também para as entidades que são beneficiadas com a comercialização de produtos, já há um trabalho visando que elas sejam realizadas em outras datas.

“Festas e ações culturais de grande porte não serão realizadas em julho. A Festa Ítalo-Saltense e a Festa Nipo-Brasileira não acontecerão em suas datas previstas. Os eventos de setembro ainda estamos estudando. Existe a possibilidade de os eventos cancelados acontecerem em novas datas, mas não há confirmação até o momento”, destacou o secretário Célio Bueno.

A secretaria, porém, só deverá confirmar esses eventos quando o Governo Estadual liberar essas atividades. “Assim que o Governo do Estado liberar o funcionamento destas atividades em nossos equipamentos culturais, pretendemos retomar as atividades com as devidas precauções até que tudo se normalize de fato”, declarou o secretário.

Até lá, o público e também os artistas, deverão se contentar em expor sua arte de maneira virtual. “Existem projetos em andamento, que em breve serão anunciados, tais como exposições virtuais, tour virtual histórico pelo museu, biblioteca on-line, oficinas virtuais via Governo do Estado (que já estão acontecendo) e retomada de algumas oficinas de artes municipais online. Estamos amadurecendo a criação de um novo projeto que contemple artistas locais, caso a retomada dos espaços físicos seja a longo prazo. Aguardamos também a aprovação do Presidente em relação a ‘Lei Aldir Blanc’, que destinará R$ 3 bilhões para a Cultura nas esferas estaduais e municipais”, finalizou Célio.

Avatar

Caio Vinícius Dellagiustina

Jornalista

One thought on “Secretaria de Cultura cogita realizar festas Ítalo-Saltense e Nipo no final do ano

  • Avatar
    15 de agosto de 2020 em 04:19
    Permalink

    Essa secretaria, tanto quanto esse governo, ilustram bem o modo como, no geral, a começar pelo demente líder do executivo, nossos políticos agem diante dessa pandemia… Estão cag… e andando pra população. Só querem retomar a “normalidade”… Fracos; pobres de espírito. Medíocres!!!!!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *