Salto sediará treinos da Seleção Brasileira de Basquete Feminino

A escolha, feita pela CBB, ocorreu pela cidade possuir boa estrutura, apoio e equipamentos esportivos de excelência

A Confederação Brasileira de Basquete (CBB) confirmou nesta semana que Salto é a cidade escolhida como sede para os treinamentos da Seleção Brasileira feminina adulta que irá disputar a AmericCup, em Porto Rico. A competição envolve todos os países da América e dá vaga para a Copa do Mundo de Basquete.

O período de preparação acontecerá entre os dias 23 de maio de 7 de junho. A delegação brasileira ficará hospedada na cidade de Itu, mas fará todos os treinamentos na quadra principal do Centro Esportivo “João Luís Guarda”.

“A Prefeitura de Salto será responsável por toda a logística de transporte, que será feita por uma empresa já contratada do município, não resultando em qualquer custo adicional aos cofres públicos. E teremos que providenciar cerca de uma tonelada de gelo, para que as atletas possam fazer a crioterapia (imersão na água). Além disso, toda preparação física será feita na Academia Corpo São, que também foi escolhida pela CBB”, detalhou o secretário de Esportes, Valdir Líbero.

Na quarta-feira (12), Salto recebeu o ofício da CBB confirmando a cidade como sede. O trabalho para que o município abrigasse os treinamentos da seleção teve início no mês de março, quando houve o primeiro contato da Secretaria Municipal de Esportes com os dirigentes da CBB. Na ocasião, uma videoconferência chegou a ser feita com a ex-jogadora Magic Paula e, posteriormente, o gerente de seleções, Bruno Valentin e a ex-atleta e medalhista olímpica, Adriana Santos, estiveram em Salto para conhecer toda a estrutura esportiva. “Na visita, o Valentin ficou muito impressionado com o que viu e ressaltou que tínhamos equipamentos esportivos de excelência, destacando que Salto possuía toda a estrutura necessária”, frisa Valdir Líbero.

Porém, devido aos protocolos sanitários, criados em virtude da pandemia do Covid-19, não será possível ao público ter acesso aos treinamentos.

Resgate do Basquete feminino

Todo esse trabalho faz parte do resgate do Basquete Feminino saltense, que em 1988 conquistou o Troféu Imprensa, em uma final histórica contra Araçatuba, disputada na capital paulista.

“A Emas-Mandi conquistou o Troféu Imprensa, deixou história, mas não deixou legado. Então, nossa ideia é fazer com que a cidade volte a ter uma identidade com o Basquete Feminino. E durante essa administração irão se completar 35 anos daquela conquista, em 2023, e pretendemos realizar diversas ações, em uma contagem regressiva, alusivas ao feito histórico”, explica o secretário de Esportes.

Posts Relacionado

Juntos somos mais fortes!

Caríssimos leitores. Espero encontra-los bem, com a graça de Deus. Deixo um abraço muito especial ao menino Valdir do Scalet. Meu grande amigo de longas datas. Sempre digo e acredito que, a convivência com a nossa família, amigos e comunidade são muito importantes, para a

Fábricas e seus operários

A cidade de Salto é marcada por uma pluralidade em seu desenvolvimento cultural ao longo dos anos. Uma cidade conhecida pelas suas festas sendo, inclusive, uma referência regional nas manifestações artísticas.  Salto é uma cidade de trabalhadores, operários que vieram de diversas partes do Brasil