Saiba lidar com os seus medos

Caríssimos leitores. Espero encontra-los bem, com a graça de Deus. Meu abraço de hoje vai para meu grande amigo Valdir Líbero. Grande jornalista esportivo e agora secretário dos esportes da nossa cidade. Pessoa fantástica.

Como é de praxe nesta coluna, vamos passar nossa mensagem contando uma fábula que esconde uma mensagem poderosa que irá te ajudar a mudar a maneira como lida com diferentes situações em sua vida.

Você já se perguntou do que tem medo? Talvez de uma pessoa, de um acontecimento do passado ou de uma catástrofe acontecer no futuro. Ou pode ser um animal, a escuridão, espíritos etc.

O medo é uma força que nos faz paralisar, mas precisamos mudar essa reação que nos aterroriza.

Esta antiga fábula indiana irá ajuda-los no processo. Leiam e demorem alguns minutos para refletirem sobre isso. Essa mensagem vai mudar sua maneira de encarar a vida.

O rato medroso

Há muito tempo atrás, havia um rato que estava sempre angustiado porque tinha medo do gato. Um mago teve pena dele e o transformou em um gato também.

Então, ele começou a sentir medo do cachorro. Então o mago o transformou em um cachorro. Então ele começou a sentir medo da pantera, e o mago o transformou em uma pantera.

Já como uma pantera, ele começou a temer o caçador. Neste ponto, o mago desistiu e o transformou em um rato novamente, dizendo:

“Nada que eu faça por você vai te ajudar, porque você sempre terá o coração de um rato.”

Talvez o medo sempre exista e, ele é muito importante para percebermos os perigos e situações desafiadoras. A decisão de deixar que isso nos paralise ou se vamos enfrentar é inteiramente nossa e de mais ninguém. O mesmo acontece com as adversidades, a frustação, a tristeza e outras emoções e situações que são capazes de nos paralisar.

Não importa em que ponto de nossas vidas nos encontramos, se não decidirmos agir diante delas e nos tornarmos a pantera ou o caçador, tanto dentro como fora, sempre seremos o rato encurralado e amedrontado.

Ninguém consegue mudar sem ter uma forte decisão de agir, e embora o exterior possa ofuscar, é a nossa força interior que precisa crescer, desenvolver e estar sempre em constante movimento para aceitar as mudanças do ambiente.

Juntamente com isso, devemos amar e aceitar como o somos, seres imperfeitos que devem permanecer autoconscientes, porque nem sempre permanecemos como uma pantera, podemos voltar e lembrar que, no fundo, todos começamos como pequenos ratos.

Lembre-se de que todas as pessoas que você admira, aquelas que considera bem-sucedidas ou aquelas que parecem perfeitas, têm momentos em que sentem tanto medo quanto você.

Lembre-se também de que o medo pode te motivar ou te parar, e que um dia, embora você também se sinta aterrorizado, pode dizer que realmente deixou de ser o rato para ser o que deseja e vencer os desafios da vida.

E lembrem-se de aproveitar o final de semana com a sua família e amigos.

Posts Relacionado

Inscrições para mostra de presépios vivos estão abertas

Estão abertas as inscrições para a Mostra de Presépios Vivos, promovidas pela Secretaria de Cultura. Os interessados têm até o dia 6 de dezembro para se inscreverem. Basta ir até a sede da Secretaria da Cultura, situada à Praça Antônio Vieira Tavares, 20, no Centro,