Quem é o responsável pela sua felicidade?

Falar sobre felicidade é um pouco complexo, pois, não há uma fórmula igual para todos. Existem situações que causam contentamento para a maioria das pessoas, como receber um presente, ser promovido, estar ao lado de pessoas especiais, comprar um carro, viajar, viver um romance e realizar seus objetivos.

Afinal, o que é felicidade? Felicidade é um estado de plenitude emocional derivado da satisfação das suas necessidades e desejos e é o principal objetivo da maioria das pessoas. Buscamos a felicidade através da realização dos nossos sonhos. Um ponto importante a ser observado é que a felicidade não é constante, mas uma coisa é certa, é possível ser feliz, mas não estar feliz o tempo todo. Portanto, entenda essa diferença para que você não fique frustrado.

Agora observe quem é o responsável pela sua felicidade, pelo seu sorriso, pelo seu bom humor, pela sua motivação. O mais adequado é você atribuir essa responsabilidade à você e não esperar isso de outras pessoas, como familiares, amigos, cônjuge ou os filhos, eles não tem essa obrigação. É necessário você estar feliz e eles transbordarem sua felicidade. Não delegue essa responsabilidade ao outro.

Avalie alguns sinais para saber se você está sendo responsável pela sua vida: você não depende emocionalmente do outro; não atribui a felicidade a fatores externos, como só será feliz se tiver um bem material que tanto deseja; não espera retribuição do outro por algo que você fez em favor dela; não cria altas expectativas acerca das outras pessoas, esperando que elas façam aquilo que você deseja e, por fim, sabe como agir quando algo não lhe agrada ou sai diferente do planejado.

Portanto, não espere que as outras pessoas ou circunstâncias da vida te faça feliz. Avalie o que não está bom em sua vida e busque mudar, melhorar ou aumentar sua felicidade. Faça mudanças aos poucos, estimule emoções positivas, tenha pensamentos otimistas, tome decisões no que lhe cabe para mudar a sua realidade, dessa forma, você viverá com mais alegria. É possível ser feliz e revigorar-se emocionalmente, ou seja, por maior que sejam as falhas, as perdas, os fracassos e frustrações o ser humano pode obter uma vida feliz e produtiva.

Como é possível ser feliz? Através da terapia é possível ser mais flexível, obter mudanças filosóficas que os auxilie, redução dos sintomas apresentados, aprender a lidar com seus problemas emocionais e se tiver recaídas saber como usar os métodos. Além disso, passa a se preocupar menos e enfrentar os problemas sem perturbações e se fortalecer emocionalmente, consegue mudar os pensamentos, sentimentos e ações que lhe causam grande preocupação ou transtorno e ser menos frustrado e infeliz. Para pessoas que facilmente se abalam ou são muito emotivas é possível também tornar-se menos vulnerável e menos aborrecido.

Lembre-se: Não aguarde que as circunstâncias sejam sempre boas e positivas para você obter o que quer e do jeito que quer. Embora nossa cultura ensine que devemos obter sempre o que queremos e que merecemos tudo, muitas vezes não alcançamos e nos frustramos. Portanto, devemos ter em mente que quaisquer que sejam as condições da vida, devemos obter alegria e acreditar que é capaz de ir em busca dos sonhos, e com isso, suportar e tolerar qualquer coisa.

A mudança é possível e você pode ser feliz!

Posts Relacionado

Ettore Liberalesso e os Lugares da Memória – Parte IV

Na quarta e última parte do livro “Lugares da Memória”, também este sendo a última parte do texto sobre o material, organizamos com o tema “Histórias de pessoas públicas com as quais convivi e aprendi”. A parte mencionada vem antes do epílogo, um belo poema

Você conhece o Maio Roxo?

O Maio Roxo é o mês dedicado ao diagnóstico precoce e qualidade de vida das doenças inflamatórias intestinais (DII). Apesar de existirem vários tipos os mais comuns da doença são: Doença de Crohn e Reticolite Ulcerativa. No Brasil, o número de casos dessas doenças tem