Presidente do Lar Frederico Ozanam cita exoneração arbitrária e pede apoio da Câmara

A presidente do Lar Frederico Ozanam, Cícera Gianotto Marzullo, usou a Tribuna Livre durante a sessão desta semana para esclarecer sobre a intervenção ocorrida na entidade no dia 16 de agosto, que acabou destituindo-a do cargo, após ser acusada de colocar em risco a vida dos dependentes da entidade com um passeio a uma fazenda, mesmo respeitando todos os protocolos de saúde.

O passeio que foi o estopim para a medida, teria ocorrido há alguns meses, cumprindo todas as determinações sanitárias condicionadas pela direção geral da entidade, após 14 meses dos idosos confinados e com pouco relacionamento por conta da pandemia do coronavírus. “Fui exonerada porque numa circular por causa de um comitê do Covid emitido em março de 2020 autorizei que os idosos depois de vacinados e depois de 14 meses enclausurados, fossem fazer uma visita num restaurante (na Fazenda) Vesúvio. O proprietário quem realizou essa doação. Os idosos foram, ficaram menos de 3 horas, voltaram felizes e depois de dois meses não houve nenhum tipo de contaminação, mas infelizmente, houve por parte do conselho central de Indaiatuba, uma pessoa que me denunciou como se eu tivesse colocado em risco os idosos”, explicou.

Cícera falou que sua exoneração foi humilhante e desonrosa: “Fui exonerada de forma humilhante e desonrosa. Uma afronta à associação e à sociedade saltense. O que me causa espanto é que foi uma exoneração de forma muito rasa, uma coisa não entendível para muitos. Então, sabemos que o real motivo não é o passeio. Infelizmente existe alguma coisa escusa desses dirigentes com interesses que não sabemos ainda para com os patrimônios obtidos com a sociedade e também outros interesses que viemos tentando entender”.

A presidente da entidade ainda pediu apoio dos vereadores para proteger o patrimônio do Lar Frederico Ozanam, cujo terreno foi cedido em 1949 pelo Poder Público, com tal destinação, mas que estaria sendo alvo de interesses particulares. “Peço apoio dos vereadores para que tomem conta do patrimônio do Lar, que foi cedido pelo Poder Público, e pelo também uma moção de repúdio pelo fato. A pessoa desse movimento mora em Indaiatuba e tem interesses escusos, que fez tudo na calada da noite”, completou.

Cícera segue à frente da entidade, ao menos por enquanto, uma vez que não foi notificada judicialmente.

Presidente afirma que Vinicius Saudino teve contato com interventor

Durante a participação da presidente da entidade, Vinicius Saudino fez diversos questionamentos à Cícera, que respondeu acusando o vereador de conhecer e ter se reunido com o interventor do pedido de exoneração da mesma. “Eventualmente, interesses escusos sobre a área que está livre com empreendimentos imobiliários que o senhor sabe muito bem que corre dinheiro por fora, não seja utilizada para fins que não sejam para cuidado com o idoso. O interventor (quando/se assumir) tem o poder total sobre qualquer patrimônio. Inclusive, o senhor pode perguntar ao interventor, uma vez que já teve contato com ele, que há uma circular que pede para que passamos todos os patrimônios para o conselho central de Indaiatuba”, afirmou.

Saudino, por sua vez, respondeu que, uma vez que a instituição estaria necessitando de recursos, deveria vender algum de seus patrimônios para atender ainda mais idosos. “Se o objetivo da instituição é ajudar os idosos sem condições financeiras, a instituição tem um patrimônio de mais de R$ 20 milhões, não pode tirar algum patrimônio e ajudar o idoso que não tem condições financeiras?”, indagou Saudino.

Minutos depois, em sua fala no Tema Livre, o vereador Kiel Damasceno, prometeu investigar o contato de Saudino com o interventor. “Gostaria de acreditar que não houve conversa do vereador com o interventor antes. Queria entender quais as vontades escusas do senhor para essa rodoviária (cuja concessão pertence ao Lar Frederico Ozanam e foi duramente atacada nos últimos anos por Saudino), que ajuda essa entidade a pagar os funcionários. Quero descobrir que não há nada por trás.  Quero entender o que faz o vereador atacar a entidade”, disse Kiel.

Posts Relacionado

Inscrições para mostra de presépios vivos estão abertas

Estão abertas as inscrições para a Mostra de Presépios Vivos, promovidas pela Secretaria de Cultura. Os interessados têm até o dia 6 de dezembro para se inscreverem. Basta ir até a sede da Secretaria da Cultura, situada à Praça Antônio Vieira Tavares, 20, no Centro,