Pintor bebe demais para comemorar nascimento da filha e precisa ser retirado do hospital pela PM

A Polícia Militar atendeu um caso inusitado de desobediência na noite do último domingo (26) no Hospital Municipal. Um ajudante de pintor precisou ser retirado à força do quarto onde sua esposa estava com a filha recém-nascida por importunação, se envolveu em confusão com os policiais e confessou ter bebido além da conta para comemorar a chegada da bebê.

Os policiais relataram que estavam num procedimento de acidente de trânsito quando foram solicitados a intervir num dos leitos da maternidade, onde uma mulher que acabara de ter um bebê solicitou para que retirassem o esposo do quarto, já que o mesmo estava bastante alterado, gritando e visivelmente embriagado. Os policiais tentaram conversar com o indivíduo, mas quando informaram que o mesmo deveria sair, ele disse: “Quero ver o homem que vai tirar eu daqui”.

Por conta da desobediência, os policiais fizeram o uso de força moderada para contê-lo, com o uso de algemas, e levado para o lado de fora. Já na rua, o autor continuou alterado, o que obrigou os policiais a acionarem o apoio para detê-lo e encaminhá-lo à delegacia.

Em depoimento, o homem disse que em virtude do nascimento de sua filha, bebeu umas cervejas para comemorar e que, no horário de visita, acabou sendo solicitada sua retirada pela própria esposa. Ele admitiu ter provocado os policiais, mas afirmou ao delegado que “vacilou”.

Avatar

Caio Vinícius Dellagiustina

Jornalista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *