Pintor bebe demais para comemorar nascimento da filha e precisa ser retirado do hospital pela PM

A Polícia Militar atendeu um caso inusitado de desobediência na noite do último domingo (26) no Hospital Municipal. Um ajudante de pintor precisou ser retirado à força do quarto onde sua esposa estava com a filha recém-nascida por importunação, se envolveu em confusão com os policiais e confessou ter bebido além da conta para comemorar a chegada da bebê.

Os policiais relataram que estavam num procedimento de acidente de trânsito quando foram solicitados a intervir num dos leitos da maternidade, onde uma mulher que acabara de ter um bebê solicitou para que retirassem o esposo do quarto, já que o mesmo estava bastante alterado, gritando e visivelmente embriagado. Os policiais tentaram conversar com o indivíduo, mas quando informaram que o mesmo deveria sair, ele disse: “Quero ver o homem que vai tirar eu daqui”.

Por conta da desobediência, os policiais fizeram o uso de força moderada para contê-lo, com o uso de algemas, e levado para o lado de fora. Já na rua, o autor continuou alterado, o que obrigou os policiais a acionarem o apoio para detê-lo e encaminhá-lo à delegacia.

Em depoimento, o homem disse que em virtude do nascimento de sua filha, bebeu umas cervejas para comemorar e que, no horário de visita, acabou sendo solicitada sua retirada pela própria esposa. Ele admitiu ter provocado os policiais, mas afirmou ao delegado que “vacilou”.

Posts Relacionado