Pedágios estão 8% mais caros no Estado de São Paulo

As principais rodovias do Estado de São Paulo tiveram alta no preço do pedágio desde ontem (dia 1º de julho). O reajuste, de 8,06%, havia sido autorizado pela Artesp (Agência Reguladora dos Transportes Rodoviários no Estado), no último dia 25 de junho.

Na região, o valor mais caro ficou na Rodovia Santos Dumont (SP-75), na praça de Indaiatuba, que passou a custar R$ 15,20.

Foram autorizadas a fazer o aumento das tarifas as concessionárias CCR Autoban, AB Colinas, Renovias, Rota das Bandeiras e a Rodovias do Tietê.

Na Rodovia Castello Branco (SP-280), a praça localizada em Itu, o valor do pedágio subiu para R$ 13,00. Já na praça de Sorocaba, na Rodovia José Ermínio de Moraes (SP-75), a tarifa passou para R$ 7,40.

Na Rodovia do Açúcar (SP-308), no pedágio de Salto, o valor da tarifa é de R$ 3,90. E na Rodovia Dom Gabriel Paulino Bueno Couto (SP-300), em Itupeva, a cobrança passou a ser de R$ 8,30.

Segundo o órgão, o percentual se baseia na evolução do IPCA de junho de 2020 a maio de 2021.

Os motoristas que viajam de Salto para São Paulo terão que gastar R$ 2,66 a mais (confira o gráfico abaixo). Esse foi o segundo reajuste autorizado pela Artesp em um intervalo de sete meses. No dia 1º de dezembro de 2020, já tinha sido autorizado um reajuste de 1,88% nas praças de pedágio, que havia sido prorrogado de julho do ano passado para o último mês do ano por conta da pandemia de Covid-19.

Somado ao reajuste desta quinta-feira (1º), significa um aumento real de quase 10% nas tarifas entre dezembro do ano passado e julho deste ano.

Posts Relacionado

Tijolos / Coleção / Fontes Históricas – Parte II

Continuação… Inicio com um dos preferidos da coleção, o F.F.B. Trata-se de um tijolo que almejava há algum tempo e via muitos dele no Museu de Salto. A sigla é a abreviação de Francisco Fernando de Barros, mais conhecido como Barros Jr. Ele veio parar

Marcando um encontro consigo mesmo

Você que começou a ler esse texto, peço licença para falar com seu lado mais íntimo, onde ninguém consegue entrar a não ser que você permita. Obrigada. Ter alguém tão perto de nossos pensamentos, principalmente daqueles mais sombrios ou tão perto dos nossos sentimentos, que normalmente