Óbitos por Covid-19 estagna em Salto

Pelo terceiro dia consecutivo o número de óbitos por Covid-19 permanece inalterado em Salto. Apesar de o município já ter registrado 38 mortes, desde a última segunda nenhuma morte foi confirmada. Situação como essa não era registrada desde o dia 8 de julho, o que pode significar que a cidade poderia estar chegando a um declínio da doença.

Confira a situação epidemiológica na região:

SALTO – De acordo com o boletim epidemiológico, Salto possui 1249 casos confirmados de Covid-19, sendo que 1146 evoluíram para cura, 15 casos seguem internados (sendo 4 em UTI), 50 casos em isolamento domiciliar e 38 óbitos. Nesta quinta foram 36 novos casos, sendo 17 homens, de 18 a 71 anos, 18 mulheres, de 18 a 72 anos e 1 criança, de 9 anos. Há ainda 2728 casos descartados e 171 casos que aguardam resultados. Destes, 150 casos suspeitos estão em isolamento domiciliar, e 11 em internação clínica (sendo 2 em UTI). A taxa de ocupação nos leitos de UTI Covid do Hospital Municipal é de 100%. Já na Internação Clínica Médica Covid, a ocupação é de 17%.

Itu – A Secretaria Municipal de Saúde informa que Itu conta com 1953 casos confirmados, 1691 casos de curas foram comunicados e 110 aguardando resultados. Há 20 pacientes internados e 11 em UTI. A cidade tem 2 mortes por suspeita e soma 67 óbitos. A taxa de ocupação de leitos de UTI é de 87,5% no Hospital Municipal e 33% no Hospital de Campanha.

Porto Feliz – O município confirmou hoje (13) a 12ª vítima da Covid-19. São 1022 casos confirmados, com 945 casos de cura. 44 pacientes seguem isolados e 1 paciente está internado na UTI.

Indaiatuba – A Prefeitura de Indaiatuba informou que foram registrados dois óbitos por Covid-19 nesta quinta-feira e o total na cidade chega a 142. A cidade soma 4.980 casos confirmados, sendo que 142 evoluíram a óbito e 4.793 são considerados curados. Atualmente 45 confirmados continuam internados e outros 447 suspeitos aguardam os resultados dos exames. Há um óbito suspeito em investigação. Há ainda 39 pessoas internadas em leito clínico e 29 em UTI. A taxa de ocupação dos leitos de UTI é de 88% no Haoc e 67% no Hospital Santa Ignês.

Posts Relacionado

Amor em dose dupla

Eu tenho em minha mente a memória do dia dezenove de janeiro de 2020 como se fosse ontem. Na verdade a história começa no dia dezoito, por volta das onze horas da noite, quando começou a estourar a bolsa do Matias, os gêmeos estavam prestes

2021 chegou e agora?

Ano novo chegou e que tal pensarmos em transformações em nossas vidas? Que as transformações ocorram de dentro para fora. Ano novo e é tempo também de pensar, de refletir sobre o ano que passou, as conquistas, o que foi bom, os objetivos alcançados, os