O Consórcio de Imprensa de Salto nasce com a missão de valorizar e fortalecer o jornalismo profissional

As conversas começaram há, pelo menos, oito meses. Na pauta, a necessidade de enfrentar os novos desafios impostos pela disseminação de informações mentirosas, com o objetivo de confundir a população, e a construção de um novo momento para o jornalismo em Salto, com a necessidade do desenvolvimento de reportagens investigativas. Dessa forma, tendo em vista as dificuldades de cada veículo de comunicação era preciso unir forças e trabalhar juntos, sem perder a identidade e autonomia da escolha da própria linha editorial.

O resultado do grupo de trabalho para o desenvolvimento do projeto poderá ser conhecido por todos a partir de segunda-feira, dia 13 de dezembro, a data oficial do lançamento do Consórcio de Imprensa de Salto, que contará com um portal e redes sociais, sempre valorizando o trabalho dos integrantes: Blog do Nelson Lisboa, Jornal PRIMEIRAFEIRA, Jornal Taperá, Portal Terra Tavares, além da participação dos jornalistas Denise Rocha e Eloy de Oliveira, que agregam à iniciativa a experiência profissional diversificada.

A missão do Consórcio de Imprensa de Salto é ser protagonista na produção e divulgação de conteúdo jornalístico de qualidade, valorizando a tradição, a credibilidade e o profissionalismo, com uma atuação conjunta e autossustentável, visando contribuir para a melhoria da qualidade de vida da população. Ou seja, juntos, todos vão trazer quais os assuntos merecem uma discussão aprofundada, garantindo a todos o direito a uma informação verdadeira, com a checagem dos fatos, além de ouvir todos os lados envolvidos na situação. Esses são os preceitos do bom jornalismo que vão nortear o trabalho.

Como Salto enfrenta uma grave crise de falta d´água a primeira reportagem especial trata desse tema. A cada dia da próxima semana será possível ter acesso a um conteúdo que busca esclarecer como chegamos até essa situação e as dificuldades enfrentadas pela população, além das alternativas que são apresentadas pelo Poder Público.

O precursor desse projeto é, sem dúvida, Valter Lenzi, o fundador do Jornal Taperá, que participou da gravação do programa que conta a história dos veículos de comunicação de Salto. Valter foi enfático ao reforçar o compromisso com a cidade ao dizer que “o jornal procura mostrar para os leitores e assinantes um procedimento que demonstre responsabilidade que nos temos que ter com a produção das notícias”.

O programa tem pouco mais de 20 minutos e ficará disponível na íntegra nas redes sócias vai trazer os depoimentos de todos. A gravação foi feita com um parceiro do projeto, Rodrigo Mendonça, que ficará responsável pelo material audiovisual que será produzido. No programa, todos terão a oportunidade de conhecer um pouco mais dos jornalistas (Caio Dellagustina, Denise Rocha, Eloy de Oliveira, Nelson Lisboa, Tom Luiz e Valter Lenzi Jr.), que participam do Consórcio de Imprensa de Salto. O Nelson Lisboa, fundador do Blog do Nelson, explica que para ele o contato com o povo é fundamental. “Minha mulher (Jussara) fala que eu converso com todo mundo. Essa relação com as pessoas é uma marca minha”, disse.

E, se por um lado, poderia parecer impossível a união de veículos de comunicação diferentes, o jornalista Caio Dellagiustina, repórter do Jornal PRIMEIRAFEIRA, consegue explicar bem a visão de todos, “o jornal não busca ser o único veículo de comunicação da cidade, queremos ser mais uma fonte de informação confiável para agregar e ajudar para que cada um forme a própria opinião sobre um assunto”, explica. Por isso, também é fácil entender que as reuniões de pauta nem sempre são fáceis, pois todos têm um ponto de vista próprio, mas, ao mesmo tempo, isso é muito bom, e permite que o resultado seja ainda melhor para a população.

Mas é claro que os integrantes têm consciência que o trabalho exige muito profissionalismo, como na cobertura da política na cidade. “O grande desafio é transitar por todos os grupos, porque tem um racha entre os grupos políticos que vivem brigando, então a gente busca conversar com todos e buscar as respostas necessárias”, explica o jornalista Tom Luiz, fundador do Portal Terra Tavares.

A população é que vai ser beneficiada com o fortalecimento do jornalismo profissional. É o que reforça o jornalista Eloy de Oliveira, que também está no Consórcio de Imprensa de Salto. “Já causou impacto a criação do Consórcio na cidade, já tem muita gente querendo saber o que vai ser e qual é o objetivo”, revela.

Os profissionais envolvidos sabem que será preciso muito trabalho, mas estão acostumados com a busca incessante pela informação, mesmo quando nem todo mundo quer dar as respostas necessárias. Mas o papel da imprensa é esse, como lembra a jornalista Denise Rocha. “Com o olhar de cada um, vamos fazer o melhor para contribuir com o desenvolvimento da cidade. Não existe democracia sem imprensa livre e forte”, concluiu.

Posts Relacionado

Eventos são adiados em virtude da pandemia

É uma questão de prevenção, dessa forma a medida adotada pela Prefeitura informou o cancelamento do 1º Encontro de Clássicos de Salto, evento que seria realizado no domingo no Pavilhão das Artes e confirmou, também, o adiamento do Salto Beer’s Fest, para os dias 4,

Governo reduz para 7 dias isolamento de pacientes com Covid-19

O Ministério da Saúde decidiu reduzir de dez para sete dias o período recomendado de isolamento para pacientes com Covid-19. Segundo informação publicada pela Agência Brasil, a atualização do guia de vigilância epidemiológica para a Covid-19 do Ministério da Saúde, caso não haja mais sintomas

Vacinação de crianças contra a Covid terá início terça-feira

A Secretaria da Saúde de Salto iniciará a vacinação das crianças contra a Covid-19 nesta terça-feira (18). Inicialmente será contemplado o público de 05 a 11 anos com comorbidades, conforme listagem abaixo. Serão 530 doses disponíveis inicialmente. A divulgação das próximas datas de vacinação será

Vice-prefeito assumirá interinamente mais uma secretaria

Edemilson dos Santos terá trabalho extra nos próximos dias. Isso por que, além da função pelo qual foi eleito, ele já responde, interinamente, pela Secretaria de Governo, desde que o então secretário Francisco José Procópio deixou o cargo, em dezembro do ano passado e, a