Lafaiete ataca Cícero por postagem em rede social: “politicagem antiga e mentirosa”

O presidente da Câmara, Lafaiete Pinheiro, usou a Tribuna da Câmara, durante a sessão da última terça-feira (16), para rebater os ataques que o vereador Cícero Landim fez nas redes sociais contra a Mesa da Câmara e também contra sua pessoa, sobre a criação do cargo de ouvidor pelo Legislativo. O projeto já havia sido retirado da pauta desta semana, na última quarta-feira (10), e teria sido, segundo o presidente da Câmara, uma recomendação do Tribunal de Contas.

Durante seu pronunciamento, Lafaiete disse que Cícero Landim estaria com o “coração cheio de ódio” e que não teve coragem de fazer os mesmos apontamentos pessoalmente. “Esse hábito de falar mal dos outros é uma politicagem antiga. O vereador fez um comentário nas redes sociais, falando coisas que não teria coragem de falar na presença física. O Facebook te dá essa segurança para agredir e falar mentira. Tem pessoas que abrem uma conta e se acham juristas, advogados, intelectual, um conhecedor de tudo. Mas só aumenta e inventa (informações)”, disse o presidente.

Lafaiete ainda citou que o próprio Cícero tinha conhecimento dos detalhes do projeto, já que a comissão da qual participa aprovou a tramitação em plenário, inclusive com a assinatura do vereador, e que o mesmo até apresentou uma emenda ao projeto. “Esse projeto, quando entra na Casa, precisa da autorização das comissões e o vereador é membro de uma comissão (de Organização) e foi favorável ao projeto que fosse para plenário e também colocou uma emenda. Então, para mim, isso é demagogia. Ele disse nos corredores que se fosse cargo comissionado não concordaria, mas depois vai nas redes sociais alegando que não concordava. Maldade pura. Ele (Cícero) quer fazer política denegrindo a imagem dos outros e falando mentira”, afirmou o chefe do Legislativo, que completou: “Não é a primeira vez que faz isso. O vereador não precisa dessas fofocas”.

Avatar

Caio Vinícius Dellagiustina

Jornalista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *