Kiel não perdoa vice-prefeito Edemilson dos Santos sobre promessas feitas enquanto vereador

Ao fazer o uso da tribuna no Tema Livre, o vereador Ezequiel Damasceno cobrou publicamente o vice-prefeito e ex-vereador Edemilson dos Santos, que acompanhava “in loco” a sessão, pelas promessas feitas quando ocupava uma cadeira do Legislativo.

Kiel lembrou das críticas que Edemilson fez, sobretudo nos últimos quatro anos, contra a empresa Luiz Viana Transportes, fornecedora dos carros para as secretarias e Guarda Municipal, mas apoiou a renovação do contrato. “Se promoveu o tempo todo falando que iria mexer. Deveria aguentar a pressão e fazer da forma correta. Mas jamais renovar um contrato que era duvidoso e que teria irregularidade. Se tinha irregularidade, deveria ter projetado lá atrás, olhado o contrato antes de entrar e falado que não quer isso porque pregou lá atrás”.

Outra promessa pinçada pelo vereador Kiel foi de que Edemilson, enquanto vereador, falou que se estivesse no Executivo, romperia o contrato com a empresa funerária na primeira semana de trabalho. Após mais de um mês, o contrato segue mantido. “Cheguei a ver um vídeo que na primeira semana na gestão dos senhores, romperiam com a funerária. Tive o cuidado de separar cada vídeo para fazer uma oposição melhorada”.

Por fim, Kiel falou que para Edemilson ganhar o seu respeito, precisará provar que vai solucionar todas as “pedras” que atirou contra a antiga gestão. “O senhor passou oito anos atirando pedras e agora tem de me provar que as pedras que tacou pode arrumar daqui pra frente.”

Vereador disse que se planejou para ser presidente da Câmara

Na oportunidade, o vereador também relevou que acreditava que poderia ser o presidente da Câmara. Kiel concorreu na eleição do dia 1º de janeiro e teve três votos, contra sete de Cícero Landim, que acabou eleito. “Eu me planejei para ser presidente dessa Casa, onde vi e anotei todos os problemas e me antecipei, porque se desse certo de eu ocupar essa cadeira, todos os meus projetos eu executaria com mais facilidade”, alegou.

Posts Relacionado

Câmara aprova mudança de horário e sessões terão início às 14h

A Câmara de Vereadores aprovou na noite da última terça-feira (2) a mudança no horário das sessões legislativas. A proposta prevista no Projeto de Resolução 01/21 estipula que as reuniões ordinárias passam a ter início às 14h a partir da próxima semana. A principal justificativa

Salto se aproxima de 5 mil vacinados contra a Covid-19

De acordo com o boletim divulgado pela Secretaria de Saúde de Salto, a cidade já aplicou 4.918 vacinas contra o coronavírus. Dessas, 3.134 foram aplicadas em profissionais da Saúde, dos quais 1.006 já receberam inclusive a segunda dose. Por outro lado, a cidade registrou um