Kiel fala em fazer CPI para investigar postos de saúde e hospital municipal

O vereador Kiel Damasceno voltou a usar seu espaço no Tema Livre na sessão de Câmara desta semana para reclamar a qualidade da saúde municipal. O vereador voltou a citar uma série de situações sobre o atendimento no Hospital Municipal e prometeu uma investigação em todo o sistema de saúde da cidade.

“Muito importante a população saber que não estamos aqui para tumultuar e levar o medo. Estamos aqui fazendo um trabalho ferrenho para que funcione nossa saúde pública. Acho muito cru alguém falar que está gestionando (sic) bem o hospital e não conseguir diagnosticar uma apendicite”, disse, citando a fala do secretário de Saúde, Fábio Roberto Sartório, durante reunião com os vereadores.

Kiel falou que é preciso agir de forma mais enérgica e disse que entrará com um pedido de abertura de uma Comissão Especial de Inquérito (CEI). “É de nossa responsabilidade adentrar na situação da Saúde do município. É preciso uma maneira mais enérgica, mais bruta. Saiu o IBDAH e entrou o Caminho de Damasco e terceirizou boa parte do Hospital E não sei se tem a ver com o contrato e por isso está tendo essa negação em fazer exames. Precisamos nos unir para fazer algo impactante para sermos os defensores das pessoas que ali vão. Sugiro, na data de hoje, por todos os motivos, que façamos uma CPI da Saúde para investigar postos da saúde e hospital para descobrir que dentro do sistema de saúde está havendo, equívocos e erros e negligência. Vou fazer esse pedido na Casa e vou entrar com a CPI da Saúde”

CEI do IBDAH está analisando documentos há quase um mês

O PRIMEIRAFEIRA questionou o vereador Daniel Bertani, presidente da Comissão Especial de Inquérito (CEI) que está analisando o contrato do IBDAH com a Prefeitura, sobre a situação da investigação.

De acordo com Bertani, duas reuniões tinham sido realizadas até o dia 11 de março, porém, a partir do dia 15 do mesmo mês, as medidas restritivas impostas pelo Governo Estadual, interromperam as atividades. Nesse período, eles receberam os documentos solicitados à antiga gestora e estão desde o dia 22 de abril analisando cerca de 340 folhas de informações. “A partir do dia 22 de abril de 2021, a CEI se encontra no período de averiguação por parte dos vereadores dos documentos enviados pelo IBDAH. Os vereadores se comunicam entre eles, no entanto, a volta ao trabalho presencial da comissão depende das ações adotadas pelo Plano São Paulo”, explicou.

O vereador disse ainda que a Comissão não voltará a se reunir presencialmente enquanto o Estado não voltar, ao menos, à Fase Laranja do Plano São Paulo.

Posts Relacionado