Instituto coloca Salto como a 10ª cidade mais segura do Estado

Levantamento do Instituto Sou da Paz, divulgado no último dia 22, coloca Salto como a 10ª cidade mais segura do Estado de São Paulo em 2020. Ao todo, o trabalho analisou 141 cidades paulistas com mais de 50 mil habitantes. O critério levado em consideração para a avaliação foi o menor IECV (Índice de Exposição aos Crimes Violentes).

Em 2018, quando foi divulgada a primeira edição, o município ficou em 52º lugar.

De acordo com o Instituto Sou da Paz, as cidades são classificadas no ranking através da média ponderada entre os crimes letais (vida – homicídio e latrocínio), contra a dignidade sexual (estupro) e contra o patrimônio (roubo – outros, roubo de veículo e roubo de carga), com base em dados da Secretaria de Segurança Pública estadual.

Os crimes letais têm peso de 40% na construção da média, enquanto os outros dois carregam peso de 30% cada. Após o cálculo, chega-se ao IECV Geral. Quanto menor ele for, menor é a exposição da cidade a crimes violentos. O município mais seguro do Estado de São Paulo, de acordo com o levantamento, foi Santa Bárbara, que registrou um IECV de 2,67, com as seguintes notas nos três sub itens: IECV vida de 2,08, e IECV de dignidade sexual 2,94 e IECV de patrimônio de 3,19.

Entre as demais cidades da região, Salto se destacou, ficando em 10º lugar, com IECV geral de 3,62: sendo IECV vida de 1,93; IECV de dignidade sexual de 7,81 e IECV de patrimônio de 1,67.

Indaiatuba ficou em 36º lugar, com IECV geral de 5,05, subdivido em IECV vida de 0,71; IECV de dignidade sexual de 13,18 e 2,70 de patrimônio.

Itu, Cabreúva, Porto Feliz e até Sorocaba ficaram mais abaixo, na metade debaixo do ranking. Itu foi a 68ª, com IECV de 6,76. Cabreúva, 70ª mais segura, teve IECV geral de 6,78. Sorocaba ficou na 72ª posição, com IECV geral de 6,93; e Porto Feliz foi a 81ª, registrando o IECV de 7,23.

O último lugar do ranking teve Peruíbe, com IECV geral de 16,70.

Os números do levantamento podem ser vistos com detalhes por cidade através dos site do Instituto (http://soudapaz.org/).

Ações coordenadas e mapeamento

Procurada pela reportagem do PRIMEIRAFEIRA, a Polícia Militar destacou o planejamento que faz com que a PM tenha mais visibilidade de atuação na cidade. “A Polícia Militar, por meio do seu sistema operacional de polícia ostensiva e preservação da ordem pública, opera no município de Salto com os programas de policiamento de Radiopatrulhamento, Policiamento com Motocicletas, Policiamento Escolar e Força Tática, os quais operam diuturnamente. Além dos programas citados, estão sendo desencadeadas frequentemente as chamadas ‘Operações Integradas’, como a realizada no último dia 26 de fevereiro, a qual contou com o apoio do BAEP, GCM, Canil, Cavalaria, Policiamento Rodoviário e Helicóptero Águia”, destacou o setor de comunicação social do 50º Batalhão da PM.

Posts Relacionado

Ettore Liberalesso e os Lugares da Memória – Parte IV

Na quarta e última parte do livro “Lugares da Memória”, também este sendo a última parte do texto sobre o material, organizamos com o tema “Histórias de pessoas públicas com as quais convivi e aprendi”. A parte mencionada vem antes do epílogo, um belo poema

Você conhece o Maio Roxo?

O Maio Roxo é o mês dedicado ao diagnóstico precoce e qualidade de vida das doenças inflamatórias intestinais (DII). Apesar de existirem vários tipos os mais comuns da doença são: Doença de Crohn e Reticolite Ulcerativa. No Brasil, o número de casos dessas doenças tem