Ideb: Salto tem o pior crescimento na avaliação do Ensino Fundamental desde 2009

O Ministério da Educação divulgou na última terça-feira (15) as notas do Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) referente ao ano de 2019. O levantamento feito pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) avalia a evolução da aprendizagem, com base no desempenho dos alunos nas disciplinas de Português e Matemática.

De acordo com o apresentado no estudo, a cidade de Salto atingiu a meta estipulada no Ensino Fundamental I e no Ensino Médio. Já no Ensino Fundamental II, pelo oitavo ano consecutivo, a meta da cidade não foi alcançada. Porém, o índice da rede municipal atingiu a projeção, o que não ocorreu com a rede estadual.

Os números mostram ainda que o resultado deste ano foi o menor avanço desde 2009 no Ensino Fundamental I, que compreende alunos da 4ª série/5º ano. A média da cidade foi de 6,9, apenas 0,1 acima do registrado em 2017. No Ensino Médio, o avanço foi de 0,5 ponto em relação ao observado em 2017, primeira vez que o registro foi computado pelo Ideb. Já no Ensino Fundamental II (8ª série/9º ano), o avanço foi de 0,2 ponto. A nota final foi de 5,5 e a projeção era de 6,3.

Na comparação entre as redes municipal e estadual, os alunos da rede estadual de ensino sobressaíram. Os alunos do Ensino Fundamental I da rede estadual obtiveram nota 7,0, enquanto os da rede municipal, 6,9. Para ambos, a expectativa era atingir ao menos 6,7 pontos de média.

Com relação aos alunos do Ensino Fundamental II a rede municipal superou a estadual. As escolas do município obtiveram nota 6,1 (exatamente a meta prevista), enquanto a rede estadual ficou com nota 5,4, bem distante dos 6,3 previstos. Por fim, no Ensino Médio, apenas a rede estadual foi avaliada, atingindo a nota de 4,6, exatamente a média projetada.

A escola da rede municipal com melhor nota foi o Cemus IV – Maria da Conceição Lopes Galvão Pisciotta, com média 7,7 na avaliação do Ensino Fundamental I. Já na rede estadual, a melhor nota foi da Escola Estadual Profª Benedita de Rezende, com 7,2. Ainda assim, a escola ficou abaixo da meta projetada, que era de 7,3. Já para a o Ensino Fundamental II, a escola estadual com melhor nota foi a Escola Tancredo do Amaral, com nota 6,1.

Posts Relacionado

Memórias…

Ao longo de quase cinco anos que estou escrevendo textos aqui no “dedinho de prosa”, já publiquei muitos sobre biografias de pessoas baseadas em memórias, jornais ou outras documentações que serviram de inspiração e fonte histórica para narrar a vida de artistas, políticos, entre outros

Qual a perspectiva econômica para o último trimestre de 2021?

A pandemia da Covid transformou os anos de 2020 e 2021 em verdadeiros desafios para todos os brasileiros, nesse momento a vacinação vem avançando, as infecções e óbitos vem recuando gradativamente e aos poucos estamos conseguindo retornar para o mais próximo possível de uma rotina

Indaiatuba sedia 2ª edição de Encontro Musical

Para expandir as possibilidades de acesso ao conhecimento musical e ampliar o contato com esta arte, a Orquestra Sinfônica de Indaiatuba, em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura de Indaiatuba, realiza o 2º EMIn (Encontro Musical de Indaiatuba), entre os dias 29 de outubro e 2 de