Heloísa

A menininha parecia uma boneca quando chegou à loja, num sábado. Fiquei admirando-a. Ela cantarolava e dançava uma música. É natural para mim ficar admirando crianças.

– Oi, como é seu nome?

– Heloisa.

– Quem fez esta trança linda em você?

– Minha mãe.

Notei os pais um tanto idosos, sendo atendidos.

Ela veio para perto de mim e disse baixinho:

– Sabe, eu quero um relógio, mas meu pai disse que não vai comprar.

– Ahhh… um dia ele compra.

– Mas eu quero agora.

– Se ele não comprar, quando você crescer, vai trabalhar e comprar.

– Eu não quero crescer, crescer dói, crescer é ruim.

– Sério que você acha isso?

– Ahãm.

– Por que você trabalha aqui?

– Porque todas as pessoas têm que trabalhar. Eu trabalho aqui.

– Você embrulha presentes?

– Sim, eu também embrulho presentes.

– Mas por que você trabalha aqui?

Pensei no que mais responder a ela. Pensei que trabalho aqui porque foi natural que eu viesse trabalhar com meu marido. Trabalhei, gostei, me identifiquei e fui ficando. Será que era isso que ela queria saber, ou só queria me fazer pensar?

– Ahhh… Eu nem sei o porquê…

– Você quer um pirulito?

– Quero.

– Você já vai para a escola?

– Sim.

– E como é o nome da sua escola?

– Eu não sei o nome da minha escola, ela tem um nome? Não é só Escola?

E eu também não sei o nome da escola, onde ela diz que gosta de estudar e que fica perto da casa dela.

Ela me abandona e vai ver a vitrine de anéis. O pai a procura com os olhos e diz que ela não saia da loja e nem mexa em nada. Ela sorri e acena que sim com a cabecinha de carinha linda, de lindas tranças, que a mãe dela fez.

Ela tem as perninhas arqueadas, que a princípio acreditei ela brincando de dançar com as perninhas dobradas. Um sorriso lindo, uma criança que faz questionamentos, uma criança que tem medo de crescer.

Hoje vou buscar minha tia Nília para almoçarmos juntas. Como sempre, converso um pouco com a companheira de quarto dela enquanto ela se veste, se penteia, se pinta e se perfuma.

– Vocês vão almoçar em casa ou onde?

– Hoje vamos a um restaurante. Quer vir com a gente?

– Não. Eu saio durante a semana, vou passear pela cidade, vou até a praça da Cachoeira -está bonito lá embaixo-, dou a volta, às vezes vou visitar minha irmã. Mas ela é tão ocupada que vou pouco, mas gosto de ir e ela gosta que eu vá. Passeio, faço exercício, que se ficar parada, enferruja né?! E assim vou combatendo a vida.

Combater a vida.

Não querer crescer.

Por uma creio não poder fazer nada, nem discuti, mas calou fundo o “combater a vida”. Pela outra só querer vê-la de novo, a presentear e torcer para que ela entenda que vai crescer e que pode não ser tão ruim quanto hoje ela considera. Também, como Peter Pan, já não quis crescer e o máximo que pude fazer por mim foi conservar determinados encantos da vida de criança e me manter meio criança até hoje.

O Planeta Terra não é a Terra do Nunca.

*E seis anos passados, do presente entregue, da história contada, a Heloisa prossegue crescendo, linda e feliz!

Posts Relacionado

Salto tem quase 400 casos de Covid em menos de 20 dias do mês de janeiro

Conforme o boletim epidemiológico divulgado nesta segunda-feira (18), a Secretaria de Saúde de Salto confirmou 41 novos casos de Covid-19 no município, totalizando 4.791 casos positivos. Desses, 41 receberam o resultado positivo hoje. Nos 18 dias primeiros dias de 2021, já são 392 casos confirmados,

Financiamento Estudantil oferece 93 mil vagas neste ano

O Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) vai oferecer 93 mil vagas neste ano. O período de inscrições para o processo seletivo do Fies para o 1º semestre de 2021 é do dia 26 até as 23h59 de 29 de janeiro de 2021. O resultado será

Inscrições para o Encceja terminam dia 22 de janeiro

Vão até o dia 22 de janeiro as inscrições para o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja). Os interessados podem se inscrever na página do Encceja na internet (enccejanacional.inep.gov.br), gratuitamente. Caso necessário, o participante pode solicitar, durante a inscrição, atendimento

Tudo vai melhorar, só depende de você!

Caríssimos leitores, Mais um ano se inicia. Desejo a todos um ano cheio de saúde, paz e realizações. Esta é uma Época de planejamento e renovação das esperanças. Cuidar da saúde e, principalmente, das pessoas. Devemos valorizar nossos familiares, amigos, vizinhos etc. Dar atenção e