FAKE NEWS: Câmara avalia possibilidade de investigar computadores

Antes mesmo do final da sessão do Legislativo saltense desta semana, o vereador Vinicius Saudino oficializou o presidente da Câmara, Lafaiete Pinheiro, solicitando providências em relação a utilização dos computadores da Câmara para a disseminação de notícias falsas, conforme teria afirmado o vereador Kiel Damasceno na sessão Legislativa do dia 7 de julho.

O pedido foi recebido pelo chefe do Legislativo que, em resposta ao questionamento feito pelo Jornal PRIMEIRAFEIRA informou sobre sua intenção de consultar o que pode ser feito para investigar o caso. Lafaiete disse que irá avaliar, junto à Consultoria Jurídica Parlamentar da Câmara, as providências cabíveis.

Diferentemente de outros casos, nenhum vereador, até o encerramento desta edição, pediu a abertura de comissões especiais para investigar a denúncia de Kiel.

Poucas manifestações no plenário

Nesta semana, poucos vereadores resolveram tocar no assunto, entre eles, representantes da oposição, que disseram também ter sido perseguidos por alguns dos perfis e cobraram investigação. O vereador Edemílson falou ter provas de acusações recebidas nas redes sociais e prometeu acionar a justiça. Já Márcio Conrado, afirmou ter recebido mensagens maldosas. O vereador Antonio Cordeiro, por outro lado, disse ter achado contraditória a fala do vereador Edemílson e afirmou que o edil inclusive era um dos poucos que conversava com um dos perfis falsos banidos pelo Facebook. Por fim, o vereador Divaldo Garotinho cobrou uma ação rápida do Legislativo a fim de evitar a disseminação de novas notícias falsas próximo das eleições, como teria ocorrido em 2016.

Posts Relacionado