Estudo revela que Salto gasta com cada munícipe mais de R$ 1,7 mil por mês entre educação e saúde

O resultado do Ranking Connected Smart Cities 2021, estudo elaborado pela Urban Systems, em parceria com a Necta, divulgado no início deste mês, que apontou Salto apenas na 98ª posição entre municípios com 100 a 500 mil habitantes com maior potencial de desenvolvimento do Brasil, apresentou alguns números interessantes.

O estudo revela que a cidade gasta, com cada munícipe, mais de R$ 1,7 mil por mês, entre educação e saúde. De acordo com o ranking, são R$ 791,24 mensais em Educação e R$ 951,98 por pessoa, com Saúde.

Para o prefeito de Salto, Laerte Sonsin, os números são significativos.

“Os valores divulgados são, de fato, bem representativos e demonstram a real importância dessas duas áreas (Saúde e Educação) para Salto e o quanto cada uma delas exige de recursos municipais”, explica.

Segundo o chefe do Executivo, o município trabalha para que o cidadão receba uma atenção cada vez melhor. “O objetivo é de sempre ampliar e possibilitar ainda mais qualidade de vida e desenvolvimento”, concluiu.

Posts Relacionado

IFSP-Salto está com inscrições abertas para cursos técnicos gratuitos

O Instituto Federal de São Paulo (IFSP) está com inscrições abertas para o ingresso de novos estudantes, no primeiro semestre de 2022, para cursos técnicos integrados, concomitantes e subsequentes da Instituição. Todos os cursos são gratuitos, sem cobrança de mensalidade ou de taxa de matrícula.