Especialista cita importância da nutrição oncológica no tratamento de pacientes

Outubro Rosa é o mês de conscientização sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama e mais recentemente sobre o câncer de colo do útero. Muitas ações são realizadas anualmente com o objetivo de compartilhar informações e promover a conscientização sobre a doença; proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento e contribuir para a redução da mortalidade.
Para aqueles que já encaram a doença, a nutrição é parte fundamental do tratamento oncológico. A nutricionista Ana Lucia Bordini explica como a nutrição oncológica possibilita a melhoria na qualidade de vida do paciente e como a individualização é necessária para evitar que a dieta, ao invés de beneficiar, deixe de colaborar com a melhora do paciente.
A Nutrição Oncológica é uma especialidade da nutrição que estuda desde o estadiamento e tipos de câncer até os tratamentos envolvidos e entra como coadjuvante em todos os processos. Segundo a nutricionista, não existe um padrão de dieta e cada caso deve ser tratado de forma individual. “Não existe dieta padrão. A nutrição na Oncologia visa manter ou recuperar o estado nutricional do paciente para que o tratamento seja mais eficaz, com menos toxicidade e mais qualidade de vida, independente da via de alimentação (oral ou por sonda)”.
Para a nutricionista, há inúmeros benefícios em se alimentar corretamente durante o tratamento para que o paciente mantenha o melhor estado de saúde possível. “Após o tratamento, as orientações e as intervenções estão focadas na recuperação do estado nutricional e na promoção de saúde”, completou.
Ana Lúcia explica que os pacientes apresentam muitas dúvidas em relação à uma possível dieta, palavra essa que a nutricionista faz questão de não utilizar. “Dieta é um termo que não combina com câncer. Prefiro trabalhar com aconselhamento nutricional, orientações nutricionais e esclarecimento de dúvidas (que são muitas). Seguir um planejamento nutricional que inclui dieta as vezes será necessário, baseado sempre em evidência científica e com a avaliação nutricional completa. Não tem um alimento específico que trate ou cure o câncer, mas um conjunto de alimentos que auxiliarão no processo. Tudo depende do câncer, do tratamento e da realidade do paciente. Por isso é tão importante passar por uma avaliação nutricional com um nutricionista especialista em Oncologia”, finalizou.

Posts Relacionado

Inscrições para mostra de presépios vivos estão abertas

Estão abertas as inscrições para a Mostra de Presépios Vivos, promovidas pela Secretaria de Cultura. Os interessados têm até o dia 6 de dezembro para se inscreverem. Basta ir até a sede da Secretaria da Cultura, situada à Praça Antônio Vieira Tavares, 20, no Centro,