Em menos de 30 dias, Salto registrou quase o mesmo número de queimadas dos últimos 7 meses

Um levantamento feito pela reportagem do PRIMEIRAFEIRA junto à Defesa Civil e à Secretaria de Meio Ambiente, constatou que até o último dia 26, o mês de agosto registrou quase o mesmo número de focos de queimadas que nos sete primeiros meses do ano. Foram 88 focos neste mês que somados aos 93 casos registrados de janeiro a julho, totalizam 181 focos de incêndio.

Todo esse fogo consumiu uma área total de mais de 7 milhões de hectares, equivalente a mais da metade da área total da cidade de Salto.

O levantamento mostra que janeiro foi o mês com menos focos de incêndio, apenas 3. Já em fevereiro, março e abril, os números são bem parecidos (11 focos, 10 focos e 14 focos, respectivamente), enquanto em maio houve um aumento expressivo, para 28 focos no mês, mais do que o somado dos meses seguintes (junho registrou 8 focos de incêndio e julho, 19).

Segundo a Prefeitura de Salto, desde janeiro, foram aplicadas 89 multas e 8 advertências. Os valores correspondentes às multas não foram informados à nossa reportagem, mas o Executivo afirmou que o arrecadado é destinado ao Fundo Municipal de Meio Ambiente.

Posts Relacionado