Desemprego em Salto continua atingindo números alarmantes

A cidade de Salto continua sofrendo com o desemprego. De acordo com dados divulgados pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), no mês de abril o município voltou a registrar números negativos, com o fechamento de mais 384 postos de trabalho. No acumulado do ano, o desempenho é ainda pior: já são mais de 700 vagas de trabalho que foram perdidas na cidade. Salto continua sendo a única cidade da região que registra saldo negativo na geração de empregos.

Conforme o Caged, em abril foram 1.020 contratações e 1.404 demissões, o que provocou um saldo negativo de 384 vagas. Em março tinham sido fechados 393 postos de trabalho. Dos quatro meses de 2021, apenas em fevereiro a cidade teve saldo positivo de emprego.

Os principais setores afetados pelo desemprego têm sido o de Serviços e o de Comércio. O primeiro registrou em abril um saldo negativo de 499 vagas. Já o Comércio teve o encerramento de 39 postos de trabalho. Por outro lado, a Indústria continua mostrando força. Foram 110 vagas de trabalho aberas em Salto no mês de abril.

No acumulado do ano (entre janeiro e abril), o setor de Serviços apresenta 2.036 contratações e 2.983 demissões, gerando um saldo negativo de 947 postos de trabalho.

No mesmo período, o Comércio teve 815 admissões e 1.003 desligamentos, o que resultou no fechamento de 188 vagas.

Por outro lado, o setor da Indústria teve 1.467 contratações e 1.140 demissões, o que proporcionou a criação de 327 novos empregos. A Construção também obteve saldo positivo. Foram 208 admissões contra 138 desligamentos (saldo de +70). E a agropecuária também teve saldo positivo, com 13 contratações e oito desligamentos.

Região

Pelo segundo mês consecutivo, Salto apresentou os piores indicadores de emprego da região. A cidade foi a única que teve saldo negativo. Indaiatuba foi o município com melhor desempenho no mês de abril, com a abertura de 497 novos postos de trabalho (2.958 admissões e 2.461 demissões). Depois, aparece Itu com saldo positivo de 224 postos de trabalho (1.874 contratações e 1.650 desligamentos). Na sequência vem Elias Fausto, com 164 empregos gerados (321 admissões e 157 desligamentos), Porto Feliz, com 91 vagas abertas (657 contratações e 566 demissões) e Cabreúva, que teve 47 novas vagas abertas (490 admissões e 443 desligamentos).

No acumulado do ano (de janeiro até abril), Salto também segue como a única cidade com saldo negativo de emprego na região. (confira o gráfico abaixo).

Posts Relacionado

Juntos somos mais fortes!

Caríssimos leitores. Espero encontra-los bem, com a graça de Deus. Deixo um abraço muito especial ao menino Valdir do Scalet. Meu grande amigo de longas datas. Sempre digo e acredito que, a convivência com a nossa família, amigos e comunidade são muito importantes, para a

Fábricas e seus operários

A cidade de Salto é marcada por uma pluralidade em seu desenvolvimento cultural ao longo dos anos. Uma cidade conhecida pelas suas festas sendo, inclusive, uma referência regional nas manifestações artísticas.  Salto é uma cidade de trabalhadores, operários que vieram de diversas partes do Brasil