Decretos sobre a flexibilização da quarentena viram alvos de ações judiciais

Pelo menos 23 cidades do Estado de São Paulo já autorizaram a liberação das academias e salões de beleza. A informação foi divulgada pela TV Globo.

Esses municípios se basearam no decreto presidencial que colocou esses serviços como essenciais. Porém, o Supremo Tribunal Federal decidiu que cabe aos Estados e as Prefeituras dar o parecer final sobre essa questão.

Dessa forma, nesta quinta-feira (14), os municípios que optaram por flexibilizar essas atividades foram: Amparo, Araçariguama, Araraquara, Atibaia, Bauru, Bastos, Cardoso, Guaratinguetá, Guarujá, Holambra, Ibiúna, Jales, Penápolis, Pindamonhangaba, Piracicaba, Pirapora do Bom Jesus, Pitangueiras, Salesópolis, Santa Cruz do Rio Pardo, Sãoo José dos Campos, Tupã, Urânia e Votuporanga.

A reportagem esclarece que vários desses decretos municipais estão sendo alvos de processos judiciais.

Aqui em Salto, a Prefeitura segue as orientações do Governo do Estado de São Paulo e não liberou essas atividades.

Avatar

Caio Vinícius Dellagiustina

Jornalista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *