Crônicas de viagens V – San Jerónimo

Quando vou conhecer um lugar novo, gosto de fazer o chamado turismo cultural que é aquele com manifestações da cultura popular, da observação do patrimônio (material ou imaterial), visita aos museus ou sítios arqueológicos. Ali temos a oportunidade de aprender na prática determinadas situações históricas e, a quantidade de descobertas que podemos fazer, é enorme e enriquecedora.

Na nossa visita para a cidade de Madrid, pudemos contemplar os museus de artes que são espetaculares, pudemos ver obras que até então apenas havíamos visto em livros ou sites da internet. Das grandes experiências que tivemos e que nos emocionou bastante, foi olhar a beleza do quadro Guernica, de Pablo Picasso, as lágrimas escorreram e, por alguns minutos, ficamos paralisados ao observar aquilo tudo. O quadro Guernica se encontra exposto no Museu Reina Sofia.

Das descobertas, pudemos conhecer as obras do artista espanhol José de Ribera (1591-1652), tais obras mexeram bastante comigo e, desde então, vez ou outra entro no site do Museu do Prado para ver as obras do artista. Uma das primeiras que vi foi a tela intitulada San Jerónimo, santo que foi lembrado no último dia 30 de setembro, sendo a data de sua morte, no ano de 420, aos oitenta anos de idade.

Jerônimo nasceu onde hoje é a Croácia e ficou marcado como o tradutor das Sagradas Escrituras. Era filósofo, historiador, teólogo, escritor, doutor da Igreja, dentre outras atividades. Nasceu em uma família rica e, após a morte do pai, foi morar em Roma, onde aprendeu o Latim e estudou obras de autores gregos e, principalmente, leituras relacionadas com a vida espiritual. Após ser batizado com vinte e cinco anos de idade, pelas mãos do Papa Libério, foi se dedicar à vida monástica na Gália (hoje o país da França).

No século IV, foi chamado pelo Papa Damaso para ser seu secretário particular e ficou encarregado pela tradução da Bíblia do grego e do hebraico para a língua popular, o latim. Seu conjunto de traduções ficou conhecido como Vulgata (popular). Sua famosa frase “ignorar as Escrituras é ignorar a Cristo”, expressa bem seu pensamento e preocupação com os estudos teológicos.

Descobertas como essas das obras de Ribera fazem bem para nosso crescimento pessoal e profissional, nossa experiência com São Jerônimo, pintado pelo artista espanhol, rendeu esta crônica de viagem.

Bom fim de semana a todos!

Posts Relacionado

Salto tem quase 400 casos de Covid em menos de 20 dias do mês de janeiro

Conforme o boletim epidemiológico divulgado nesta segunda-feira (18), a Secretaria de Saúde de Salto confirmou 41 novos casos de Covid-19 no município, totalizando 4.791 casos positivos. Desses, 41 receberam o resultado positivo hoje. Nos 18 dias primeiros dias de 2021, já são 392 casos confirmados,

Financiamento Estudantil oferece 93 mil vagas neste ano

O Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) vai oferecer 93 mil vagas neste ano. O período de inscrições para o processo seletivo do Fies para o 1º semestre de 2021 é do dia 26 até as 23h59 de 29 de janeiro de 2021. O resultado será

Inscrições para o Encceja terminam dia 22 de janeiro

Vão até o dia 22 de janeiro as inscrições para o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja). Os interessados podem se inscrever na página do Encceja na internet (enccejanacional.inep.gov.br), gratuitamente. Caso necessário, o participante pode solicitar, durante a inscrição, atendimento

Tudo vai melhorar, só depende de você!

Caríssimos leitores, Mais um ano se inicia. Desejo a todos um ano cheio de saúde, paz e realizações. Esta é uma Época de planejamento e renovação das esperanças. Cuidar da saúde e, principalmente, das pessoas. Devemos valorizar nossos familiares, amigos, vizinhos etc. Dar atenção e