CPFL encontra mais de 100 fraudes na cidade apenas no primeiro semestre

Os investimentos da CPFL Piratininga no uso de inteligência, tecnologia e canais de denúncias resultaram em uma maior eficiência de suas ações de combate a fraudes e furtos de energia, os famosos “gatos”. Apenas no primeiro semestre deste ano, a empresa conseguiu detectar mais de 2,8 mil fraudes na região de Sorocaba e Jundiaí. O volume obtido seria suficiente para abastecer 108.720 mil residências durante um mês.

Apenas na cidade de Salto foram recuperados 475 MWh de energia, sendo identificadas e regularizadas 116 fraudes em 1.045 inspeções.

A empresa esclarece que fraudes e furtos de energia são crimes previstos no Código Penal com penas que podem chegar a até quatro anos de prisão. Além disso, a pessoa que for flagrada cometendo a irregularidade terá cobrados os valores retroativos referentes ao período em que deixou de pagar pelo fornecimento. Em 2020 os números de boletins de ocorrência registrados contra fraudadores cresceram em mais de 300%, somando 334 boletins de ocorrência até junho na CPFL.

“Estamos continuamente melhorando nossos modelos de detecção de fraudes, e isso, somado a apuração de algumas denúncias, faz com que possamos inibir esses furtos, que além de serem crime, podem prejudicar uma região trazendo instabilidade na energia e riscos à segurança da população”, ressalta Rafael Lazzaretti, diretor comercial do grupo.

Entre os municípios com maior recuperação de energia na região, a cidade de Indaiatuba ficou em terceiro lugar na lista com 1.843 MWh, enquanto Itu, com 1.332 MWh, ocupa o quarto lugar.

Clientes da CPFL podem contribuir de forma sigilosa, para o combate às irregularidades por meio dos canais disponibilizados pela concessionária. Denúncias podem ser realizadas pelo aplicativo “CPFL Energia”, disponível para todas as plataformas de dispositivos móveis, pelo site, ou pelo e-mail denunciafraude@cpfl.com.br.

Avatar

Caio Vinícius Dellagiustina

Jornalista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *