Com menos da metade das doses necessárias, Salto inicia vacinação dos profissionais da saúde

A cidade de Salto recebeu o primeiro lote de vacinas do Governo do Estado. A entrega foi feita pela DRS de Sorocaba na madrugada da última quarta-feira (20). Porém, foram entregues apenas 1.400 doses da vacina, número insuficiente para atender os mais de três mil profissionais de saúde que a cidade possui.

“Existe uma proporcionalidade. Como (a vacina) não é suficiente para todos os profissionais de saúde, essas primeiras 1.400 doses serão direcionadas aos profissionais que estão na linha de frente, nos hospitais e unidades básicas de saúde. Foi feito um mapeamento, temos a relação de todos esses profissionais e serão encaminhadas para cada uma das unidades, as doses necessárias para imunização e cada unidade será responsável por sua imunização”, explicou o prefeito Laerte Sonsin.

A vacinação começou a ser aplicada ainda na tarde de quarta-feira. A primeira pessoa a ser vacinada em Salto foi a técnica de enfermagem da UBS Nações, Dalvina Bispo de Souza, de 62 anos. Já o primeiro homem a receber a vacina foi o auxiliar de enfermagem Valquir Vicente Vasconcellos, de 60 anos, que atua na UBS Donalísio. A imunização ocorreu no auditório da Prefeitura, sendo que outros quatro profissionais da saúde também receberam a vacina.

“Tão logo recebamos mais vacinas, vamos completar esses três mil. Esses profissionais são o público alvo do cadastramento. O critério de vacinação considera o local de trabalho. O saltense que trabalha em Indaiatuba, será vacinado em Indaiatuba. O indaiatubano que trabalha em Salto, será vacinado em Salto. Esse é um critério do Ministério da Saúde”, esclareceu o chefe do Executivo.

Ao PRIMEIRAFEIRA, Laerte Sonsin disse que as 1.400 doses deverão ser aplicadas dentro de uma semana. Questionado sobre os motivos de aplicar em 1.400 pessoas e não em apenas 700, uma vez que todos que receberam a vacina precisarão de uma segunda dose, o prefeito disse confiar que a cidade receberá, no prazo adequado, o restante das vacinas. “É claro que se tratando de governo federal e estadual nunca existe garantia suficiente, mas estamos confiantes que em 21 dias receberemos novas doses para imunizar os que já tomaram e ainda mais a população saltense”.

Pré-cadastramento

Também para garantir os protocolos necessários de distanciamento social, a Prefeitura de Salto iniciará nos próximos dias um pré-agendamento das pessoas que serão vacinadas. Esse cadastro, que será liberado para o público específico de cada fase, será feito de forma on-line, diretamente no site da Prefeitura e também nas UBS, e assim que estiver disponível, toda população será avisada.

“Nesse primeiro momento só poderão fazer o pré-cadastramento os profissionais da saúde e, em seguida, a população com mais de 70 anos de idade. Conforme for avançando a vacinação, vamos liberar o pré-cadastramento para os demais. Ninguém receberá a vacina sem fazer o cadastramento”, afirmou o prefeito.

Pontos de vacinação

A cidade terá quatro locais para atender aos públicos de cada fase durante a campanha de vacinação contra a Covid-19. A escolha por tais locais ocorreu para facilitar o deslocamento dos munícipes, oferecer espaços amplos e com estrutura adequada, e evitar qualquer aglomeração nas Unidades Básicas de Saúde, que manterão os demais atendimentos cotidianos.

Sendo assim, os moradores atendidos pelas UBS do Centro de Saúde II (instalado na Rua Rodrigues Alves, 655) e do Salto de São José serão vacinados no Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio, localizado na Praça Antonio Vieira Tavares, 73, no Centro; os atendidos pelas UBS do Jardim Saltense e do São Gabriel poderão se vacinar no Cras situado à Rua Acácio Rodrigues de Moraes, 522, no Jardim Saltense; os atendidos pelas UBS do Nações, Donalísio e Bela Vista se vacinarão no Centro de Lazer Arlindo Bonardi, localizado à Rua Finlândia, s/n, no Jardim das Nações; e, por fim, os munícipes atendidos pelas UBS Santa Cruz e Cecap serão vacinados no Prédio da Proteção e Defesa Civil, situado à Avenida Princesa Isabel, no bairro Santa Cruz.

“Tiramos os pontos de vacinação das unidades básicas. A ideia é fazer com que as UBS continuem com suas atividades normais. Procuramos distribuir nas regiões da cidade para que a população tenha vacinação mais próximo de sua casa. E são locais onde é possível receber a vacina sem provocar aglomerações”, explicou o chefe do Executivo.

Posts Relacionado

Inscrições para mostra de presépios vivos estão abertas

Estão abertas as inscrições para a Mostra de Presépios Vivos, promovidas pela Secretaria de Cultura. Os interessados têm até o dia 6 de dezembro para se inscreverem. Basta ir até a sede da Secretaria da Cultura, situada à Praça Antônio Vieira Tavares, 20, no Centro,