Clientes que possuem créditos da Zona Azul ainda não sabem como serão restituídos

Há mais de duas semanas desde a rescisão do contrato com a empresa DAC Transportes e Logística, administradora da Zona Azul em Salto, os clientes que possuíam créditos ainda não sabem como e se serão restituídos.

O vereador Márcio Conrado falou sobre a questão na sessão de Câmara da última terça-feira (4) e disse que nem mesmo a Prefeitura sabe como será feita essa restituição. “Tentei protocolar um oficio e a empresa nem está mais em Salto. Eu questionei a Administração e a Prefeitura, por contrato, não previa esse controle do dinheiro que está na mão da empresa. A cidade não sabe quanto de dinheiro está com a Roda Vaga. Olha só que contrato bem feito. É como se fosse uma poupança. Hoje quem controla esse dinheiro? Ninguém”, falou.

Em sua live semanal, o prefeito Laerte Sonsin, falou que há uma obrigação contratual na devolução do dinheiro, mas a disputa deve terminar na Justiça. “É uma obrigação contratual que eles devolvam. Provavelmente esse assunto irá parar na Justiça, mas estaremos acompanhando, não apenas a questão dos créditos, mas também o pagamento das verbas rescisórias dos funcionários”, explicou.

Posts Relacionado

Já dá para falar de casamento?

Ah já. Da para falar do que você quiser. Falar é o que mais se pode fazer neste momento. Dá para casar? Dá também, desde que para você casamento seja um contrato assinado em cartório entre duas pessoas com mais duas de testemunha e um

A vida continua…

Estamos há mais de um ano vivendo em uma nova realidade, a de conviver com um inimigo invisível, devastador e que, certamente está ao nosso lado. Foram muitas perdas, muitas famílias desestruturadas e cheias de dor. Foram necessárias inúmeras mudanças de hábitos, da nossa rotina,