Cícero Landim fala que situação do Ribeirão Piraí é dramática, mas Saae descarta racionamento

As altas temperaturas aliadas à ausência de chuva volumosa há mais de um mês acendeu um alerta para a condição dos reservatórios de água na cidade de Salto. Segundo o vereador Cícero Landim, a situação do Ribeirão Piraí, principal reservatório e responsável pelo abastecimento de aproximadamente 80% da cidade é considerada preocupante.

Durante o uso da Tribuna na sessão de Câmara de Vereadores, o vereador Cícero Landim disse ter recebido fotos que mostram uma situação “caótica” do Ribeirão. “Eu faço um convite aos senhores irem no Piraí. A mim não vão deixar entrar lá. Mas, pelas fotos que chegou pra mim, em dez dias não chover, vai ser o caos. A situação é dramática. A represa esta baixa. Para você ter uma ideia, a água nem passando por cima da paredinha está”.

A situação, inclusive, foi confirmada pelo líder do governo na Câmara, Vinicius Saudino. “Sabemos que esses dias não está chovendo e para acontecer o caso (falta d’água), falta um palito. Precisamos de um planejamento, estar alerta, junto a autarquia, para que não falte agua na minha casa e na sua casa”.

O vereador Cícero Landim, na oportunidade, cobrou o Executivo medidas urgentes para evitar um racionamento. “Precisa que o Poder Executivo faça medidas para conter, porque o calor que está tendo e o consumo elevado de agua, teremos muitos problemas. Se fosse o prefeito convocaria o superintendente do Saae para pensar em alguma alternativa, porque estamos dependendo da chuva.

Não tivemos os investimentos devidos. O que se viu nos últimos anos é enterrar cano”, completou.

A reportagem do PRIMEIRAFEIRA procurou o Saae que, em nota, respondeu: “Não apenas a cidade de Salto, mas o Estado passa por um período de estiagem que atinge o volume dos mananciais que abastecem a cidade, dentre eles a Ribeirão Piraí e o Ribeirão Buru. Aliado a isso, a falta de chuvas dos últimos meses, as altas temperaturas e o aumento do consumo influenciam também no volume disponível para distribuição de água”.

A autarquia ainda destacou o trabalho realizado e descartou a possibilidade de racionamento. “O Saae de Salto informa que tem realizado diversas melhorias no sistema de captação, como desassoreamento da Lagoa Conceição para eventuais manobras e ações que forem necessários. A autarquia descarta o risco de racionamento, mas reforça junto à população a importância do uso da água de forma consciente”.

O PRIMEIRAFEIRA também questionou sobre o nível atual do reservatório, mas até o encerramento desta edição, a Prefeitura e o Saae não haviam informado.

Posts Relacionado

Memórias…

Ao longo de quase cinco anos que estou escrevendo textos aqui no “dedinho de prosa”, já publiquei muitos sobre biografias de pessoas baseadas em memórias, jornais ou outras documentações que serviram de inspiração e fonte histórica para narrar a vida de artistas, políticos, entre outros

Qual a perspectiva econômica para o último trimestre de 2021?

A pandemia da Covid transformou os anos de 2020 e 2021 em verdadeiros desafios para todos os brasileiros, nesse momento a vacinação vem avançando, as infecções e óbitos vem recuando gradativamente e aos poucos estamos conseguindo retornar para o mais próximo possível de uma rotina

Indaiatuba sedia 2ª edição de Encontro Musical

Para expandir as possibilidades de acesso ao conhecimento musical e ampliar o contato com esta arte, a Orquestra Sinfônica de Indaiatuba, em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura de Indaiatuba, realiza o 2º EMIn (Encontro Musical de Indaiatuba), entre os dias 29 de outubro e 2 de